quinta-feira, março 15

Sono dos Santos Imortais

Carregue-me ao mais alto pico
Leve-me....
Naquele lugar secreto que só a ti pertence
Vem exalar teu aroma em mim
Vem levando-me e cavalgando em nosso destino secreto
Onde o desejo não se esconde
Vem deslizando em meu corpo
Dedilhando sua melodia em minh'alma
Deixando-me em estado de êxtase
Inebriando meu ser
Sem sufocar com tua presença
Assim bem devagarinho
Em ponta de dedos
Vem subindo em minhas pernas
Tocando suavemente meu sexo
Com sua língua quente tocando em meus seios
Enchendo de prazer... E esse teu cheio que exala em todo o quarto
Enlouquece meu ser...
Vem... Não demore mais
Quero o sono dos santos Imortais...





8 comentários:

Anônimo disse...

Me fascina esse teu ato de se despir ao escrever.

Natan Castro.

gabi disse...

Fiquei toda "arrupiada".

. disse...

não entendo por que as mulheres tem que usar pseudonimos quando relatam seus desejos mais intimos.... parece que estamos no seculo XIX quando mulheres esceviam e assinavam com nomes de homens... não estamos tanto mais na opressão machista... apesar que estamos no nordeste atrasado em cetos conceitos.

diego

Anônimo disse...

Imaginei minha língua, até fiquei aqui serpenteando...

Alexandre da Silva.

Anônimo disse...

que imbecilidade isso tudo é só falta do que fazer ficar escrevendo esses lixos pra um bando de idiota ler idiotas assim como quem escreveu vão procurar crescer bando de babaca isso é falta totalmente do que fazer pega esse bloge de merda é manda pra lixeira porque esse lixo não serve pra nada coisa de gente idiota mesmo e quem o criou é mais retardado e idiota ainda ...bjosss otario

Anônimo disse...

Viu o que dá, gente? O bom de tudo é que ele leu o blog


in

Anônimo disse...

Bom não acho idiotice nas escrita, mas seria interesse "um certo deixar no ar" foi muito imediatista é notório qque é alago sexual..Por que não deixar as sugestão? E Natan por favro seu comentário então..! E arrpio do que? Mesmo? Mas parabéns pelo Blog vale mais falar do que ficar calado! Abraços! Clara.

. disse...

Clara, tenho que discodar no seu argumento, mas respeitar " um certo deixa no ar". Penso que cada um tem seu estilo de escrever. Como cada um tem seus gostos, manias e maneiras de ver o mundo, mas alguma coisa no fim nos une... e enquanto a este sujeito ou sujeita - sem comentários.

diego.