terça-feira, abril 17

É Só Fechar os Olhos.



Você tira meus caos. Me dá paz.
Eu te disse isso pelo Facebook e você me disse ao vivo que meu nariz era bonito me observando sentadinhos na porta da sua casa ao lado de uma roseira que estranhamente não cheira. Mas se tivesse perfume talvez recordasse um parente especial assim quando faz as sobrancelhas em frente a um espelhinho e até chore de saudosismo.
Sou egoísta.
Assim me disse quanto eu tentei uma aproximação mais íntima e que tem dez por cento de chances de arranjar um trampo em Brasília. E pra eu torcer pra você ir embora.
Uma certa fuga do lugar-comum.  Assim entendi em relação em sair daqui da Ilha. Torço e não torço, pois não quero te perder de vista, mas também quero seu bem.
Sabe?! É Engraçado. Mudando de assunto.
Só a você revelei que em meus sonhos posso voar sem me sentir um cara esquisito ou um esquizofrênico. E que no próximo sonho te carregaria por cima da ilha e te mostraria a orla marítima.  Já imaginou?! Talvez já esteja imaginando com todo esse seu platonismo e esse sorriso tão teu e meigo.
Já é outro dia. Outra semana. E estou novamente sentado em frente de sua casa, ao lado da roseira vendo você cruzar as pernas e mexer nos cabelos negros e sujos (como disse quando tentei fazer um cafuné) com um vestido estampado talvez com flores vermelhas.
Vamos pra Roma?
Te pergunto como naquele filme que te emprestei. Porque dizem que lá é a cidade do amor. E você responde de supetão: - Não. Mas tem um lugar na Paraíba que tem o mais belo pôr-do-sol do Brasil segundo dizem os pacotes turísticos para os recém-casados, além disso, é muito mais perto.
Boa resposta.
Roma. Brasília. Algum lugar na Paraíba. O que importa?! Sei que agora estou ao seu lado e me sinto sem caos e por isso em paz. E isso importa muito. Sim.
Talvez eu te veja amanhã à noite na outra semana ou nunca mais.
Se nunca mais. Daí é só fechar os olhos. E lembrar-se de “era uma vez” dos pronomes eu e tu. E talvez acrescentar mais uns adjetivos, verbos e advérbios. É só fechar os olhos, né?    

7 comentários:

Anônimo disse...

Rapaz concordo com ela rsrs Paraiba é mais perto, mermão cai na estrada rsrsr


Natan Castro.

Vanessa Carneiro disse...

Que fofo!

gazzbi disse...

Diego, eu vi tua ligação! Mas quando eu vi ja era tarde demais e ja estava fora de área. Conte-me mais sobre essa preparação de terra.

gazzbi disse...

Quanto ao texto... foi o que me disseram ontem. Tudo cochila.
Quanto aos coments de uma galere ai, haters. Milbocejos pra eles.

Luciene disse...

Gostei! "É só fechar os olhos..."

Anônimo disse...

"É só fechar os olhos. E lembrar-se de “era uma vez” dos pronomes eu e tu."
Gostei muito dessa parte Di...
beijos no coração,
Cynara (nina)

. disse...

(: