domingo, agosto 7

Mulher-Popozuda

Decidi, vou ter que perder estes 6 quilos que me faltam para ficar popozuda. Tenho que jogar fora as barras de chocolate e o pudim que adoro depois das refeições. Ai, meu Deus, acho que não estou pronta para tanto sacrifício! Mas, tenho que lembrar do resultado no meu corpo, daquela calça bem apertadinha, daquela blusa sem marcar os pneuzinhos. Hum!Mulher Popozuda!
Sério, gente! Demorei um tempo para criar a auto-estima que tenho por mim. Tinha maior complexo com meu corpo assim... Vênus de Willendorf. Agora com o passar dos tempos tenho acreditado que é possível ser feliz e gostosa com meu corpinho longe dos padrões globais. Bom,... Até que num belo dia eu vejo o cara que gostei muito com uma Mulher-Edificio, e toda popozuda. Imagine aonde minha estima foi parar? No subsolo cheio de minhocas. Queria virar um avestruz. Mamãe, porque tive que nascer assim gordinha? Não podia ter crescido mais um pouco e virado uma mulher-fruta?

A mulher popozuda é aquela que tem lá na academia em que faço natação. Lindona, o cabelo maravilhoso (horas no formol e na chapinha para depois destruir tudo no cloro, dá para entender?), bem lisinho, o corpão, pernas bem torneadas os “air bags” de fazer inveja a qualquer carro de elite, a bumba bem durinha, sem nenhum furinho. Os caras mal conseguem nadar direito quando ela passa. E tem mais homens no meu horário da natação. Eu, apenas e um senhora de 50 anos, de mulher. E agora esta popozuda. De onde ela veio? Que droga! Eu me sentia o máximo com todas as minhas gordurinhas na piscina envolta por aqueles homens esculturais! Uma deusa! Uma Vênus! Agora, no máximo que sou uma bóia. Maldita popozuda!
Vou ter mesmo que perder este 6 quilos é o jeito. O jeito para minha saúde é obvio. Não, para competir com a Mulher-Popozuda. Tenho meus dotes. E o importante é que o mundo é grande e diverso e nele cabe: as mulheres popozudas, as edifícios, as frutas, as magrinhas e claro, as gordinhas. Como dizem os mulçumanos: “uma mulher que enche uma cama”.

Dedico este texto às todas as mulheres, sejam elas do jeito que são. O importante é ser feliz. E gente, mulher é tudo de bom.

                                           
Todos os direitos da foto ao autor.


8 comentários:

Anônimo disse...

Cada uma de nós deve explorar seu lado "mulher popozuda", q deve ser visto além do conceito de bumbum grande mas, acima de tudo, um charme, um jeito especial ou selvagem de se fazer notar tipo: ei! sou mulher portanto tenho meu potencial quer conhecer? Talita

Anônimo disse...

Minha cara Talita, o cerne da questão n esta no potencial intelecutual não, é uma questão só fisica de aceitação de como somos e claro sermos felizes do jeito que somos só isso,,bjos e obrigada pela sempre participação.Cris

Anônimo disse...

Minha querida! em momento algum falei em intelectualidade ao me referir ao significado de " mulher popuzuda". Apenas falei q ser popuzuda,NA MINHA OPINIÃO,é saber usar seu lado SENSUAL q todas nós enquanto mulheres temos ainda q ñ saibamos explorar.Talita

Anônimo disse...

au au au!

girl_extremo25 disse...

Bem na verdade vamos nos lembrar de algo que é fato que é a velhice!!!! Então se vc não tiver algo para deixar notável além de um corpo bonito ta fudida!!!!

Anônimo disse...

au au au!

Anônimo disse...

O grande lance do texto gente é ser FELIZ do jeito que somos tá? Alta, Baixa, MAgra < gorda o que importa é nos aceitamos...Obrigada e Diego para com o au! au! au! Que aqui n tem cachorra não..srrsr Abraços! Cris

Anônimo disse...

Au Au Au ... Dieguito Cris ta na cola rsrsrsr engraçado demais, e concordo plenamente com Cristiane e acho que a ideia de Talita vai ao seu encontro também, saber explorar aquilo que Deus deixou para vocês mulheres como disse Rita Lee " Mulher é bicho estranho todo mÊs sangra..."" vocês são coisas divinas, boa noite.

Natan Castro.